INSTITUTOS

AGRÁRIA

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Entomologia Molecular

INCT EM tem como missão promover a pesquisa científica de alta qualidade, a educação e a difusão do conhecimento dentro do contexto da entomologia contemporânea. Tem como objetivos ampliar o conhecimento entomológico fundamental, com ênfase no estudo de vetores de doenças (humanas, veterinárias e de plantas) e pragas agrícolas e transformar o Brasil em um dos países líderes na pesquisa na área de Entomologia Molecular no mundo, além de contribuir para o desenvolvimento de novas metodologias para a vigilância e o controle de vetores e pragas e ampliar a formação de pessoal científico qualificado na área de entomologia molecular.

Acessar Hotsite

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Ativos Biotecnológicos Aplicados à Seca e Pragas de Culturas Relevantes ao Agronegócio

O INCT Biotec Seca-Pragas vem integrando diversos grupos de pesquisa do país, com parcerias internacionais, para o desenvolvimento de novos produtos biotecnológicos, como bioinseticidas e plantas geneticamente modificadas de soja, algodão e milho com tolerância/resistência múltipla a esses estresses visando a prevenção, mitigação e adaptação a impactos previstos pelas mudanças climáticas. Esses estudos contribuirão para a busca de soluções para os maiores problemas fitossanitários das principais commodities brasileiras (algodão, soja e milho), que são os nematoides das galhas (Meloidogyne sp.), o bicudo do algodoeiro (Anthonomus grandis) e as lagartas (Spodoptera frugiperda). Essas pragas diminuem a produtividade e ameaçam a competitividade do país na exportação dessas commodities. Na atualidade, elas são controladas prioritariamente por intensas aplicações de nematicidas e inseticidas e, parcialmente, pelo plantio de cultivares transgênicas resistentes. No entanto, já são inúmeros os relatos demonstrando a quebra de resistência, o que torna o desenvolvimento de variedades de plantas com resistência múltipla a essas pragas uma prioridade para o agronegócio brasileiro.

Acessar Hotsite

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Bioinspiração - Moléculas bioinspiradas aplicadas ao incremento e qualidade da produção de proteína animal

O INCT de Bioinspiração - Moléculas bioinspiradas aplicadas ao incremento e qualidade da produção de proteína animal está estruturado em um tripé básico de desenvolvimento de tecnologia a partir do bioma Pantanal, geração de produtos e formação de pessoal. Apresenta ainda, a intenção de explorar claramente a pesquisa e negócios na área de saúde animal, construindo alianças com empresas nacionais e multinacionais ao desenvolver ferramentas de diagnóstico, novas estratégias de tratamento e controle regionalizado de agentes de doenças animais embasadas na identificação e manejo de fatores risco e gestão de contaminantes microbiológicos em rebanhos para produção de alimentos seguros.

Acessar Hotsite

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para o Controle Biorracional de Inseto Pragas e Fitopatógenos

O INCT CBIP trabalha com o Controle Biorracional de Pragas, uma maneira de controlar o desenvolvimento de insetos sem exterminá-los com o uso de produtos naturais e seus derivados, procurando minimizar os impactos ambientais. Tem como objetivo desenvolver soluções para diversos problemas que atingem as plantações brasileiras, como, por exemplo, os fitopatógenos, que são as bactérias e fungos que ocasionam doenças em nossas lavouras. Uma dessas doenças é o "Citros Greening", uma doenças destrutiva e ocasionada pela bactéria chamada Candidatus Liberibacter americanus. A pesquisa nessa área é importante porque o aplicação de inseticidas traz uma série de efeitos indesejáveis. Resquícios dos inseticidas empregados aderem ou permanecem dentro da planta e podem contaminar a alimentação humana, bem como rios e outros corpos d'água.

Acessar Hotsite

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Ciência Animal

O INCT CA gera tecnologia, e transfere esse conhecimento aos elos da cadeia de produção animal brasileira, fazendo com que o aumento da produtividade seja alcançado continuamente. Como contribuição geral, espera-se que os resultados obtidos possam gerar padronização de análises de alimentos, desenvolver novos métodos de pesquisa científica; publicar tabelas de exigências nutricionais para gado de corte, gado de leite e caprinos e ovinos que devem auxiliar todo o setor produtivo nacional. Além disso pretende-se entender o desenvolvimento muscular e qualidade de carne em bovinos, suínos e aves para atender demandas da agroindústria por carne de qualidade; reduzir o impacto ambiental pela atividade pecuária nos trópicos, apresentando estratégias de mitigação de metano entérico e estratégias de suplementação e manejo de pastagens em sistemas integrados para aumentar o estoque de carbono no solo. Também serão feitas prospecção de microrganismos e avaliação de silagens em condições tropicais e avaliação funcional do bioma de ruminantes com a finalidade de obter novos inoculantes e entender o crescimento microbiano ruminal; estudar alimentos funcionais e aditivos melhoradores de desempenho animal e melhorar a avaliação e seleção de bovinos leiteiros nos trópicos.

Acessar Hotsite

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Frutos Tropicais

O INCT FT desenvolve produtos e processos que tem por base as frutas tropicais, com o objetivo principal de viabilizar o consumo deste gênero nas melhores condições nutricionais bem como em diversas formas, em principal em produtos e subprodutos de alto valor agregado passiveis de exportação. A equipe de pesquisadores que compõe o projeto de pesquisa busca melhorar a qualidade dos alimentos oferecendo produtos mais seguros e com maior valor nutricional comparados aos hoje existentes no mercado, além de procurar disponibilizar a indústria brasileira tecnologias mais modernas que visam à produção de alimentos mais saudáveis, mantendo as principais características de odor e sabor originários dos mesmos.

Acessar Hotsite

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Semioquimicos na Agricultura

O INCT Semioquímicos na Agricultura tem como grande desafio utilizar feromônios e voláteis de plantas para reduzir o uso de agroquímicos, preservando o meio ambiente para uma agricultura sustentável. O tema é multidisciplinar, compreendendo estudos de química de voláteis de insetos e de plantas, de biologia de insetos e estudos comportamentais integrados com outros métodos de controle de pragas agrícolas.

Acessar Hotsite

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para a Cadeia Produtiva do Leite

O INCT Leite reúne pesquisadores nacionais e estrangeiros de várias áreas do conhecimento vinculados a várias instituições de ensino, públicas e privadas, e institutos de pesquisa que atuam em algum segmento da Cadeia Produtiva do Leite com o objetivo de aumentar a produção, a produtividade e a qualidade da produção leiteira sempre com foco na qualidade de vida dos consumidores, no bem-estar animal e na sustentabilidade ambiental. Com relação aos rebanhos bovinos leiteiros os estudos concentram-se em técnicas de manejo, nutrição, genética, reprodução e aspectos relacionados à saúde das várias categorias de animais que compõem os rebanhos, bem como aos processos de higiene de ordenha. Com relação ao leite e seus subprodutos os estudos concentram-se na qualidade e segurança alimentar dos produtos finais englobando todos os estádios da produção, ou seja, da fazenda à gôndola do supermercado.

Acessar Hotsite

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Genomica Comparativa e Funcional e Melhoramento Assistido de Citros

O INCT Citros tem com foco de estudo os temas relacionados ao melhoramento genético e genoma comparativo e funcional de citros e seus patógenos. O Instituto mantém a estrutura de três plataformas, otimizando-as e procurando integrá-las, com foco no desenvolvimento de novos conhecimentos e tecnologia ao setor citrícola: plataforma de genômica comparativa; plataforma de genômica funcional e plataforma melhoramento assistido.

Acessar Hotsite

Microrganismos Promotores do Crescimento de Plantas Visando à Sustentabilidade Agricola e a Responsabilidade Ambiental

No INCT-MPCPAgro são conduzidas ações de pesquisa básica, de desenvolvimento biotecnológico (como insumos agropecuários), de formação de recursos humanos e de transferência de conhecimento para os setores públicos e privados, incluindo desde alunos até agricultores, visando incrementar o uso de micro-organismos promotores do crescimento de plantas (MPCP) na agricultura brasileira, maximizando a nutrição das plantas e o rendimento das culturas com menor aporte de fertilizantes químicos e impacto ambiental. Em dois anos já foram atingidas várias metas na categoria de "mais de cem", incluindo alunos formados, unidades demonstrativas para agricultores, artigos científicos, informações de boas práticas agrícolas. Quatro bioinsumos microbianos foram lançados no mercado e vêm sendo usados com sucesso por agricultores. Somente no caso da soja é estimada uma economia, pelo uso de inoculantes microbianos, de US$ 20 bilhões anuais para o país, que deixam de ser gastos com fertilizantes nitrogenados, além de evitar a liberação de mais de 60 milhões de toneladas de gases poluentes para o meio ambiente. São tecnologias que contribuem para a economia, para a preservação ambiental e para a qualidade de vida de todos.

Acessar Hotsite

Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café

INCT do Café atua na fronteira do conhecimento da cafeicultura brasileira, com o objetivo de fortalecer a competitividade do negócio do café no país. Busca-se assegurar a sustentabilidade da produção, atenuar o impacto das alterações climáticas sobre a cafeicultura, preservar os recursos naturais por meio de geração de tecnologias sustentáveis, desenvolver modelos adaptados para os sistemas especiais de produção e melhorar a qualidade e a competitividade da cafeicultura, como um todo. A proposta do INCT do Café está centrada em dez linhas de pesquisa que abrangem desde o melhoramento genético da lavoura, resistência à estresses de natureza biótica e abiótica, otimização de sistemas de produção, além de estudos relacionados a café e clima, pós-colheita e qualidade do café e produtos inovadores para a cadeia produtiva. Como resultado, já estão em uso pelos produtores e pela indústria, cultivares ou clones com características superiores. Com relação ao controle de pragas do cafeeiro estão sendo realizadas pesquisas com produtos biológicos, os quais são de grande interesse para a indústria de defensivos agrícolas naturais. O INCT do Café também busca interação com outras entidades do setor privado, a exemplo das Cooperativas de Cafeicultores responsáveis pela maior parte da comercialização do café no Brasil. Junto com a Cooxupé em Minas Gerais, o INCT do Café desenvolve novos produtos a partir de subprodutos e resíduos do processamento do café. Alguns produtos tecnológicos já estão em fase de transferência de tecnologia, e deverão agregar valor à cadeia produtiva como um todo.

Acessar Hotsite